Notícias
Todos os assuntos
Sucessão familiar rural: os desafios enfrentados pela família Vaseran Carmo
25.09.2019

Sucessão familiar rural: os desafios enfrentados pela família Vaseran Carmo

Diones Vaseran Carmo, engenheiro agrônomo e produtor rural nos municípios de Pontão/RS e Boa Vista do Cadeado/RS, dividiu o painel na tarde desta quarta-feira (25) com o filho Diones Vaseran Carmo Júnior.  “Eu sinceramente como produtor nunca me imaginei dando uma palestra, muito menos dando uma palestra junto com meu pai”, comenta o filho que também é agrônomo ao agradecer o convite feito pela organização do Congresso.

Ao iniciar o painel, Diones pai conta a história por trás destas propriedades. Sendo filho e neto de agricultor, os desafios enfrentados pela família iniciaram em 1940 quando o avô adquiriu uma propriedade de 25 hectares. Depois de 20 anos, Diones se preparava para ajudar efetivamente na propriedade ao retornar do serviço militar. Durante esse tempo muitas mudanças foram necessárias. Aprimorar, atualizar e buscar novas alternativas a vida tecnológica no campo, sendo a segunda geração dentro da propriedade. “Hoje tenho o privilégio de estar passando essa atividade para o meu filho que está aqui junto comigo”, comenta o agrônomo.  

Quando se fala em sucessão no Brasil, o agricultor lembra que não é uma tarefa fácil de realizar Brasil, “seja pelos desafios na parte de produção, financeira e pessoalmente”, acrescenta o pai. Hoje com a parceria dos filhos, Diones Júnior e Gabriela, essa sucessão passa por uma nova etapa.  As propriedades da família aumentaram, contando com mil e duzentos hectares. Diones filho, sócio da propriedade, inicia sua fala sobre os maiores desafios enfrentados na produção.

A geração que vem a ocupar estes novas espaços passa por alguns questionamentos. “O que eu vou fazer de diferente pra manter esse negócio rentável dentro de um negócio que já está consolidado?”, comenta o filho. Identificar quais são os desafios e, conhecer a sua propriedade para que se possa aplicar a tecnologia adequada a cada espaço necessário pode ser a resposta, segundo ele. Mas os desafios da nova geração não são poucos e nem menos trabalhosos. Diones conta que um deles é aumentar a rentabilidade, esbarrando na dificuldade de encontrar novas áreas, “pois quem possui não tem interesse em vender e as que estão disponíveis são muito caras”, acrescentando que a tecnologia avança significativamente, porém para que esta tecnologia seja aplicada no campo, deve ser compreendida pelos produtores e estar acessível financeiramente, para que aí sim seja aplicada de fato. “No campo a introdução da tecnologia é lenta”, comenta Diones Júnior.

Receba nossas
novidades por e-mail