Notícias
Todos os assuntos
Ações inovadoras que revolucionam o campo
25.09.2019

Ações inovadoras que revolucionam o campo

Nos últimos três meses deste ano, segundo os dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o PIB do agronegócio no Brasil teve um avanço de 3,4% em relação ao mesmo período de 2018. Somente entre janeiro e março, a agricultura cresceu 3,7%. Para atender essa demanda de crescimento, a tecnologia tem sido uma grande aposta, e para isso, empresas e startups tem trazido ao mercado equipamentos de alta precisão.

Com o objetivo de expandir essas novas tecnologias já disponíveis, e também as que precisam ser investidas, o VI painel da Apsul\2019 abordou o tema “Ações Empreendedoras e Ambientais de Inovação para Agrotecnologias”.

Durante o painel, ficou claro os motivos que fazem as startups terem se transformadoem um grande pólo desenvolvedor de novas tecnologias. Para se ter uma ideia, em 2018, no Brasil, aproximadamente 20 empresas de startups receberam investimentos da agricultura ou de investidores na área. Atualmente existem empresas atuando no desenvolvimento de soluções de tecnologia para máquinas e implementos agrícolas na linha de sensores, controladores, sistemas de navegação, coleta de dados e telemetria, por exemplo. E quem acaba ganhando com isso, principalmente, é o agricultor que,a médio prazo, terá à disposição cada vez mais novas tecnologias. Porém, o grande desafio tem sido fazer com que esses equipamentos se tornem mais acessíveis e com fácil manuseio pelos produtores. “O nosso país é um grande produtor de alimentos e tem grande área de produtividade disponível para ser melhorada ao longo dos anos. Pelo volume e potencial do agronegócio tudo o que vier de tecnologia para agregar é bem-vinda”, afirmou o economista André Lenz.

O painel contou com a mediação de Silon Junior Procath da Silva, coordenador de Empreendedorismo da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia da UFSM, e com a participação de André Lenz, representando a Companhia de Participações; André Guerreiro Cantarelli, diretor executivo e co-fundador da Checkplant; Diego FlorianRoberti, fundador da Agridados; e Daniel Luis Martins, representando a Inel Indústria Eletrônica LTDA.

Receba nossas
novidades por e-mail